A Massa Crítica da Sustentabilidade no encerramento da 4 FIBoPS

Campeões da Sustentabilidade

Itaipu Binacional e Ambev assumem a ponta do ranking das Melhores Práticas

Gestão para a Sustentabilidade no Espaço Rural e Banco Cyan foram os cases vencedores do Prêmio Benchmarking Ambiental Brasileiro 2011

A mensagem da ministra Izabella Teixeira, convocando empresários, gestores e educadores a compartilhar seus cases na Rio+ 20, soou como novo desafio aos participantes e organizadores   da 4ª Feira Internacional para o Intercâmbio das Boas Práticas Socioambientais (Fibops/Cibops), encerrada na última quinta-feira (28), em São Paulo.

“Mostraremos ao mundo que o Brasil leva a sustentabilidade a sério e tem muito a compartilhar”, afirmou Samira Crespo, secretária de Articulação Institucional e Cidadania do Ministério de Meio Ambiente, ao transmitir mensagem da ministra Izabella, que mandou um recado importante aos mais de 300 participantes na solenidade de entrega do prêmio Ranking Benchmarking dos Detentores das Melhores Práticas Socioambientais de 2011. “A ministra autorizou-me a anunciar aqui a criação, no âmbito do Ministério, de uma diretoria de gestão ambiental estratégica nas empresas públicas e privadas”, adiantou a secretária do MMA.

Com a entrega de troféus, selos e certificados às 28 melhores práticas selecionadas na 9ª edição do Programa Benchmarking Ambiental Brasileiro, assumiram a ponta do ranking da edição 2011, as empresas Itaipu Binacional, Ambev, Grupo Baram, Companhia de Energia Elétrica do Estado da Bahia (Coelba) e Vale, nas cinco primeiras colocações.  Andrade Gutierrez (6ª), Irani Celulose (7ª), Pepsico do Brasil (8ª), Kinross Mineração (9ª) e Concessionária Ecovias (10ª) compõem a lista dos dez primeiros ranqueados. (Veja lista completa no site www.fibops.com.br).

“Estamos aqui para homenagear esta nova geração de ambientalistas”, afirmou o secretário de Estado do Meio Ambiente, Bruno Covas, que participou da cerimônia do Benchmarking Day ao lado do pesquisador e ambientalista Paulo Nogueira Neto e da desembargadora  Consuelo Yoshida, da Justiça Federal. “O século 21 colocou a gestão ambiental na agenda de prioridades do poder público, como instrumento de políticas e estratégias rumo à economia verde, de baixo carbono”, discursou o secretário.

Bruno Covas destacou uma pesquisa recente de sua pasta mostrando que 50% dos entrevistados compreendem e reconhecem a importância da gestão sustentável, “mas menos de 20% conseguem identificar uma iniciativa que possa ser classificada como uma melhoria ambiental. Daí a importância de um banco de boas práticas como é o Programa Benchmarking”, acrescentou.

Lançamento do livro Benchmais2

A cerimônia teve ainda o lançamento do livro Benchmais2, que traz as 198 melhores práticas selecionadas nas edições anteriores do Programa Benchmarking Ambiental Brasileiro, iniciado em 2003.  Um exemplar foi entregue ao professor Paulo Nogueira Neto, pioneiro no movimento ambientalista e também primeiro a ocupar o cargo de ministro de Meio Ambiente, ainda nos anos 80,  quando a pasta foi criada.

“O Ministério está em boas mãos. Izabella trabalhou comigo no Governo, e tem perfil para o cargo. Ela saberá conduzir a bom termo a questão do Código Florestal. Ninguém deve radicalizar pontos de vista. Estamos em busca do que é razoável para todas as partes”, falou o professor Paulo Nogueira, que participa da obra prefaciada por Izabella Teixeira.

Incluindo os 28 cases premiados na noite, o programa mantém 226 práticas catalogadas e representa o maior banco de dados e iniciativas pró-sustentabilidade de acesso livre e gratuito na Internet, lembra Marilena Lavorato, presidente do Comitê de Sustentabilidade do Instituto Mais, entidade responsável pelo Programa Benchmarking e também pela Feira e Congresso pró-sustentabilidade.

Em três dias de evento, a 4ª FIBoPS atraiu cerca de 6 mil visitantes, incluindo acadêmicos, gestores, ambientalistas e representantes de 62 empresas. Participaram das atividades do Congresso mais de 40 especialistas em gestão ambiental, do Brasil e do Exterior. “A FIBoPS é uma grande vitrine das boas práticas socioambientais e representa hoje o maior intercâmbio pró-sustentabilidade no País”, discursou Marilena na cerimônia aberta ao som de Pompa e Circunstância, executada pela Orquestra Filarmônica do Senai de São Paulo e regida pelo maestro Tomás Ferreira Martins.

Um coquetel à base de canapés naturais e orgânicos, completou a festa em que organizadores e participantes já discutiam detalhes da próxima FIBoPS e os 10 anos do Programa Benchmarking em 2012. “Os operários da sustentabilidade merecem esta recompensa”, concluiu Marilena Lavorato. 

Nota do Editor

O Instituto Mais é uma organização não governamental sem fins lucrativos com a missão de construir uma nova cultura pró-sustentabilidade. O Programa Benchmarking e a FIBoPS são atividades do calendário 2011 – CiBoPS (Compromisso Empresarial pelas Boas Práticas Socioambientais)

SERVIÇO: Agendamento, credenciamento e informações à Imprensa: 

29 de Julho de 2011
Agência Cultura de Paz – Educação e Comunicação para Sustentabilidade
imprensa@agenciaculturadepaz.com.br
Tels.: (11) 2548-2569 / 2558 –
www.agenciaculturadepaz.com.br


inscricao

programacao

sejaexpositor

como_chegar

apoiadores

Nuvem de Tags

2013 abraps Ambiental Ambiente Benchmarking biblioteca Cases certificado CIBoPS cidadania Congresso Conhecimento cultural de economia expositores Feira FIBoPS fotos imagens imprensa indicadores intercambio internacional ludico Palestrantes Parceiros patrocinadores profissional projetos ranking releases Responsabilidade rimai simai social Socioambiental Sustentabilidade tecnologia

Bloggertwitterfacebook
youtubelinkedinflickr

 Flag_Brasil Flag_espanha flag_USA




                                                                              

Apoio:  Logo_anhembi_morumbi_claro            Realização:Instituto Maismaisprojeto